Concurso MAPA 2014 – Edital e Inscrições

Edital do concurso MAPA 2014 publicado

***Atualizado em 22/01/2014

Nesta quarta-feira (22), foi publicado o edital do concurso do Ministério da Agricultura 2014, são 796 vagas com remuneração de até R$ 12.539,38. Role mais abaixo e consulte o edital do concurso, que também pode ser visualizado no site da Consulplan, organizadora oficial do concurso. Há oportunidades para diversos Estados, as vagas oferecidas são as seguintes:

  • Nível Fundamental: Auxiliar de Laboratório (66 + 4 PNE) com remuneração de R$ 3.729,44
  • Nível Médio/ Técnico: Agente de Atividades Agropecuárias (47 + 3 PNE), Agente de Inspeção Sanitária e Industrial de Produtos de Origem Animal (95 + 5 PNE), Técnico de Laboratório (174 + 10 PNE), Agente Administrativo (104 + 6 PNE), todos com remuneração de R$ 5.850,79, e Técnico em Contabilidade (4 + 1 PNE) com remuneração R$ 2.818,02.
  • Nível Superior: Engenheiro-Agrônomo (76 + 4 PNE), Farmacêutico (12 + 1 PNE), Químico (20 + 2 PNE), Veterinário (104 + 6 PNE), Zootecnista (6 + 1 PNE), com remuneração de R$ 12.539,38 e Administrador (23 + 2 PNE), Bibliotecário (2), Contador (5 + 1 PNE), Psicólogo (2), com remuneração de R$ 4.562,72 Economista (4), Engenheiro (3), Geógrafo (3) com remuneração de R$ 5.334,90

Haverá provas objetivas e discursivas para todos os cargos, para os cargos de nível superior também haverá avaliação de títulos. As provas serão aplicadas em 4 de maio em todas as capitais além do Distrito Federal.

As inscrições para o concurso do MAPA devem ser feitas entre 3 de fevereiro e 6 de março no site da Consulplan.

Edital MAPA 2014

***Atualizado em 12/12/2013

A publicação do edital do Concurso do MAPA deve ficar mesmo para 2014. Inicialmente foi definida a empresa Idecan (através de dispensa de licitação) como a organizadora oficial do Concurso, entretanto o número de vagas do concurso foi aumentado para 796 vagas e no DOU de 02/09/2013 foi publicada a revogação do extrato de dispensa de definido (devido ao aumento no número de vagas) ensejando uma novo contratação, a Idecan entrou com um Mandato de Segurança, sendo o pedido inicialmente acolhido pela Justiça.

A Advocacia Geral da União apresentou argumentos na Justiça que revogou o mandato de segurança, sendo que posteriormente o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) baixou nova portaria (327/2013) de 16 de setembro de 2013, autorizando a realização do referido concurso, extendendo o prazo de publicação do edital por mais seis meses, desse modo o prazo para publicação do concurso do MAPA 2014 é até março de 2014. Leia mais informações no site da AGU.

 

***Notícia completa

Está previsto para 18 de setembro a publicação do edital para o concurso do MAPA 2013 (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), o órgão havia solicitado ao Ministério do Planejamento 2931 vagas, entretanto foi aprovado apenas o quantitativo de 736 vagas, devido as questões orçamentarias que envolvem um grande número de nomeações.

O processo de escolha da organizadora do concurso do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) definiu o Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (Idecan) como a organizadora oficial do concurso do MAPA 2013, a data de início das inscrições ainda não foi definida.

O concurso do Mapa 2013 será aberto para os níveis médio, médio/técnico e superior. As vagas serão distribuídas da seguinte forma, de acordo com as portarias n˚ 74 de 15 de março de 2013 e Portaria n˚ 238, de 27 de junho de 2013, ambas do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão:

  • Fiscal Federal Agropecuário (172)
  • Agente de Atividades Agropecuárias (50)
  • Administrador (25)
  • Agente Administrativo (50)
  • Bibliotecário (2)
  • Contador (6)
  • Economista (4)
  • Engenheiro (3)
  • Geógrafo (3)
  • Psicólogo (2)
  • Técnico de Contabilidade (5)
  • Auxiliar de Laboratório (70)
  • Técnico de Laboratório (184)
  • Agente Administrativo (60)

A remuneração para o cargo de fiscal agropecuário (nível superior) chega a R$9.986,59 com carga horária de 40h semanais. Além do nível superior há também as áreas de apoio que são os cargos de agente de inspeção (nível médio) que receberá um valor de R$5.278, 26, o cargo de técnico de laboratório (médio/técnico) que terá remuneração de R$5.278,26 e auxiliar de laboratório (nível médio) com rendimento de R$3.367,70. Todos os cargos de nível médio, assim como os de nível superior terão jornada de trabalho de 40h semanais.

Último concurso do MAPA

O último concurso do Ministério da Agricultura para o cargo de fiscal agropecuário (nível superior) foi realizado no ano de 2006, é importante para os candidatos que desejam concorrer a uma das vagas para fiscal agropecuário leiam o último edital do MAPA para nível superior. Não se sabe ainda quais matérias que farão parte do conteúdo programático para o cargo, visto que o edital do MAPA 2013 ainda não foi publicado, mas já iniciar os estudos com base no edital anterior ajuda muito, pois há matérias que são base como Português, Raciocínio Lógico, Informática e Conhecimentos Gerais.

Veja aqui o edital do último concurso do MAPA.

Já para os cargos de nível médio, houve concurso pela última vez no ano de 2009, então estudar com base nesse edital já ajuda o candidato ter uma boa noção das matérias que provavelmente serão cobradas.

No ano de 2006, os candidatos ao cargo de fiscal agropecuário submeteram-se a provas objetiva e discursiva, sendo que a objetiva tinha 60 questões com cinco alternativas e a prova discursiva versava sobre as bibliografias do edital. Na época as vagas foram distribuídas para praticamente todos os estados do país.

Inicie já seus estudos e saia na frente dos demais candidatos, esta é uma ótima oportunidade para aqueles que buscam estabilidade e um bom salário.

Escolha da organizadora do MAPA está sob suspeita

O processo de escolha da organizadora do concurso do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) foi posto sob suspeita. No último dia 27, o deputado federal Rubens Bueno (PPS/PR) protocolou uma Proposta de Fiscalização e Controle (PFC 131/2013) na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados (CFFC), pedindo que o Tribunal de Contas da União (TCU) analise o contrato com Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (Idecan), uma vez que a entidade, escolhida sem licitação, é presidida por integrantes do partido do ministro Antônio Andrade (PMDB-MG). Com o valor de R$5,5 milhões, o contrato entre o Mapa e a Idecan deverá ser assinado nos próximos dias, segundo a Assessoria de Imprensa do ministério. A auditoria somente poderá ser realizada caso a CFFC aprove o pedido do deputado Rubens Bueno. A comissão tem reunião marcada para a próxima quarta-feira, dia 4, mas a pauta da sessão somente será conhecida no dia anterior. Em nota oficial, o Ministério da Agricultura informou que o “critério utilizado foi a escolha do menor preço médio das taxas de inscrição e a capacidade técnica da empresa, atestada com a apresentação de 21 certificados.” Ao todo, dez organizadoras apresentaram propostas para organizar a seleção. O concurso destina-se ao preenchimento de 736 vagas. O prazo para a publicação do edital vai até 18 de setembro.

Começe a estudar para o concurso do MAPA!

Matérias bases para todos os cargos de nível superior do edital de 2006 do MAPA.

LÍNGUA PORTUGUESA: Compreensão e estruturação de textos. Coesão e coerência textual. Semântica: sinônimos, antônimos, polissemia. Vocábulos homônimos e parônimos. Denotação e conotação. Sentido figurado. Sistema ortográfico em vigor: emprego das letras e acentuação gráfica. Formação de palavras: prefixos e sufixos. Flexão nominal de gênero e número. Flexão verbal: verbos regulares e irregulares. Vozes verbais. Emprego dos modos e tempos verbais. Emprego dos pronomes pessoais e das formas de tratamento. Emprego do pronome relativo. Emprego das conjunções e das preposições. Sintaxe de colocação. Colocação pronominal. Concordância nominal e verbal. Regência nominal e verbal. Emprego do acento da crase. Nexos semânticos e sintáticos entre as orações, na construção do período. Emprego dos sinais de pontuação. Redação oficial.

CONHECIMENTOS GERAIS: Atualidades políticas, econômicas e sociais. O agronegócio no Brasil: desempenho, crescimento, perspectivas e limites. Conhecendo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA: sua Missão, Organograma, Regimento Interno, suas grandes áreas como: Defesa Agropecuária, Cooperativismo/Associativismo, Política Agrícola, Agroenergia e Relações Internacionais.

Legislação relacionada ao MAPA: Lei 8112 de 11 de dezembro de 1990. Lei 10.683 de 28 de maio de 2003; Estrutura Regimental – Decreto nº 5.351, de 21 de janeiro de 2005 (Portaria nº 163, de 20 de junho de 2006, alterada pela Portaria nº 260, de 07 de abril de 2008) e anexos. Lei 4504/64 (Estatuto da Terra), com as alterações pertinentes. Código de Proteção e Defesa do Consumidor (Lei 8078/90) com as alterações pertinentes. Ética no Serviço Público: Decreto 1171/94 e Decreto 6029/07- O Código de Ética Profissional do Servidor Público do Poder Executivo Federal.

RACIOCÍNIO LÓGICO: Noções Básicas de Lógica Matemática: Cálculo Proposicional; Argumentação; Argumento Dedutivo e Argumento Indutivo. A Teoria dos Conjuntos e problemas com Diagramas: Aplicações dos Diagramas de Venn-Euler. Questões Clássicas de Raciocínio e Importantes Métodos Algébricos e Aritméticos: Regra de Três; Regra de Sociedade; Regra do Falso Número; Princípio da casa dos pombos; Princípio Multiplicativo e problemas de contagem. Sequências Lógicas e Leis de Formação. Descoberta da lei de formação de sequências envolvendo números, letras, figuras geométricas, palavras, etc.

O que é o MAPA?

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) é responsável pela gestão das políticas públicas de estímulo à agropecuária, pelo fomento do agronegócio e pela regulação e normatização de serviços vinculados ao setor. No Brasil, o agronegócio contempla o pequeno, o médio e o grande produtor rural e reúne atividades de fornecimento de bens e serviços à agricultura, produção agropecuária, processamento, transformação e distribuição de produtos de origem agropecuária até o consumidor final.

Assim, o Ministério da Agricultura busca integrar sob sua gestão os aspectos mercadológico, tecnológico, científico, ambiental e organizacional do setor produtivo e também dos setores de abastecimento, armazenagem e transporte de safras, além da gestão da política econômica e financeira para o agronegócio. Com a integração do desenvolvimento sustentável e da competitividade, o Mapa visa à garantia da segurança alimentar da população brasileira e a produção de excedentes para exportação, fortalecendo o setor produtivo nacional e favorecendo a inserção do Brasil no mercado internacional.

Para a consecução de seus objetivos, o Mapa conta com uma estrutura fixa de cinco secretarias, 27 superintendências estaduais e suas respectivas unidades, uma rede de seis laboratórios, além de duas vinculadas, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e a Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), que abrigam cerca de 11 mil servidores espalhados por todo o Brasil.

Fonte: www.agricultura.gov.br