Publicado edital com 560 vagas para o Corpo de Bombeiros de MG

Inscrições começam em 4 de janeiro de 2016, remuneração inicial de R$ 3.506,40 e R$ 5.769,42 mais benefícios

Atualizado em: 6 de novembro de 2015

O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) publicou em 04 de novembro de 2015, 2 editais de concurso público para provimento 560 vagas. O Curso de Formação de Oficiais Bombeiros (CFO) tem uma previsão de 30 vagas, já o Curso de Formação de Soldados (CFSD) tem previsão de 500 vagas para combatentes e 30 vagas para especialistas.

A coordenação do concurso é da Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (Fundep). As inscrições poderão ser realizadas através do site www.gestaodeconcursos.com.br. A escolaridade para ambos os concursos será o ensino médio, exceto para os cargos de especialista.

Edital do Curso de Formação de Soldados Oficiais (CFO)
Das 30 vagas ofertas, 27 são para o sexo masculino e 3 para o sexo feminino. O curso de formação tem duração de três anos, com previsão de início em 6 de fevereiro de 2017, o valor da inscrição é de R$ 177,49. As inscrições estão previstas para o período 4 de janeiro a 04 de fevereiro de 2016.. O ingresso do candidato aprovado dentro das vagas será realizado na graduação de Cadete do 1º Ano do Curso de Formação de Oficiais, com vencimento inicial de R$ 5.769,42 (cinco mil setecentos e sessenta e nove reais e quarenta e dois centavos).

Após concluído o curso com aproveitamento, o Cadete será promovido a Aspirante BM, que, depois de concluído com aproveitamento o período de arregimentação, de seis meses nesta graduação, será promovido ao posto de 2º tenente, com remuneração de R$ 8.874,59 (oito mil oitocentos e setenta e quatro reais e cinquenta e nove centavos).

O valor da inscrição para o concurso é de R$ 177,49 (cento e setenta e sete reais e quarenta e nove centavos). O curso terá início em 06 de fevereiro de 2017.

Edital CFO 2016 – Corpo de Bombeiros MG

Edital para o Curso de Formação de Soldados (CFSd)
São oferecidas 500 vagas para o quadro de soldados, sendo 450 para o sexo masculino e 50 vagas para o sexo feminino. O curso tem duração de 8 meses. Para o quadro de soldados especialistas são oferecidas 30 vagas para as especialidades: mecânico de motor à diesel (11 vagas), mecânico de motor à gasolina/álcool (2 vagas), eletricista de autos (2 vagas), técnico em informática/ rede de computadores (8 vagas), técnico em eletrônica (2 vagas), técnico em eletrotécnica (2 vagas) e técnico em telecomunicações (3 vagas).

O ingresso do candidato aprovado dentro das vagas estabelecidas será realizado na graduação de soldado de 2ª classe, com vencimento inicial de R$ 3.506,40 (três mil, quinhentos e seis reais e quarenta centavos). Para o cargo de soldado de 1ª Classe BM, a remuneração básica atual é de R$ 4.098,42 (quatro mil e noventa e oito reais e quarenta e dois centavos).

O valor da inscrição para o concurso é de R$ 81,96 e o curso terá início em 29 de março de 2017. As inscrições para o CFSD estão previstas para o período de 4 de janeiro a 26 de fevereiro de 2016.

Edita CFSd 2016 – Corpo de Bombeiros MG

Condições para ingresso
De acordo com o item 4.1 do edital, são condições para ingresso no Quadro de Praças do CBMMG:

  • Ser brasileiro nato ou naturalizado
  • Possuir idoneidade moral
  • Estar quite com as obrigações eleitorais e militares
  • Ter entre 18 (dezoito) e 30 (trinta) anos de idade, apurados na data da inclusão (implica ao candidato ter nascido entre 30;03/1987 a 30/03/1999)
  • Ter, no mínimo, o ensino médio completo (ou o respectivo curso técnico exigido, no caso do Quadro de Especialistas) ou equivalente até a data da matrícula.
  • Ter altura mínima de 1,60 m (um metro e sessenta centímetros)
  • Ter aptidão física
  • Ser aprovado em avaliação psicológica e toxicológica
  • Ter sanidade física e mental
  • Não apresentar, quando em uso de diversos uniformes, tatuagem visível que seja por seu significado, incompatível com o exercício das atividades de bombeiro militar.
  • Não ter dado baixa no “mau comportamento” ou conceito incompatível, nos termos do Regulamento Disciplinar de outra instituição militar estadual, ou das Forças Armadas;
  • Não ter dado baixa no conceito “C” na vigência do Código de Ética e Disciplina dos  Militares do Estado de Minas Gerais;
  • Não  ter  sido  exonerado  ou  demitido  da  PMMG  ou  do  CBMMG,  com  base  no  art.  146, incisos II, III, IV ou V, letra “a” e  caput do art. 147, da Lei n. 5.301, de 16/10/1969

Via: Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais

Deixe o seu comentário

*